A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

22
Fev 11

 

As emoções e as paixões que um jogo de futebol comporta, estão muito para além do que é razoável para um normal ser humano.

 

Todos nós devíamos ter capacidade para repelir o que é mau, nem que para isso o corpo tivesse de estar equipado com uma espécie de alarme. Esse acessório, sempre que houvesse perigo dum desentendimento, desataria num berreiro tal, que, automaticamente, desativaria a má onda e tudo voltava à paz.

 

Ontem, assistimos mais uma vez a tudo o que de pior nós transportamos. Não interessa se foi em Alvalade ou na Luz. Foi num jogo de futebol. Ouvindo as duas partes em confronto – a polícia e os adeptos – não conseguimos chegar a nenhuma conclusão sobre quem não fez o que devia fazer.

 

Um Estado civilizado não pode admitir que situações destas aconteçam. Em cenários como os de ontem, as regras devem ser claras e aplicadas aos prevaricadores duma forma sumária e sem contemplações.

 

Temos muitas outras coisas que nos preocupam, não podemos gastar energias com razões comezinhas e fanatismos primários.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 21:57

26
Jan 10

Duma maneira geral, a comunicação social e alguns comentadores, esforçaram-se por inocentar o ex-director desportivo para o futebol do Sporting e respectivas claques, carregando a culpa dos incidentes “de balneário” após o jogo com o Mafra, em Liedson. Porquê? Não gostam do homem, não gostam do verde ou gostam muito do ex-director?
O que se passou dentro do balneário, não é público, mas o resto toda a gente viu e não ficam dúvidas: O avançado não gostou de ouvir os assobios em consequência do “frango” do Guarda-Redes, e é legítimo que não goste como nenhum profissional gosta (ponto-final).  
As pessoas são como são e o ex-director, como toda a gente, tem o seu feitio. Lembro-me bem duma cena de “primeira página”, há uns bons anos, quando o Artur Jorge era o seleccionador da nossa selecção. Ou seja, o que não se pode admitir é a tendência para se resolver tudo ao “murro”, ainda por cima, quando se exercem cargos de direcção e comando de grupos de pessoas. Quando essa tendência é incontrolável, então o melhor é sair, como aliás, acabou por acontecer.
O Liedson só não quis fazer vénia a quem, algum tempo antes, assobiou e sapateou, pela infelicidade dum seu colega de trabalho.  
SBF
publicado por voltadoduche às 16:20

24
Mai 09

 

 
Será que já não lhe chega o seu grupo de casa sede na Maia e casa morada na Foz com vista para o “queijo” que é castelo? De cautelas e bom senso não tem de ensinar a CT da autoeuropa. Ora, o senhor Azevedo que fique com os seus sábados e domingos e não meta a foice em seara alheia.
Na sua seara tem metido o M Alegre com muita inteligência e bom senso. Temos candidato a Belém?
Neste caso não é para Belém mas é para Alvalade ou para Academia de Alcochete ou para o Alvaláxia XXI. Bom, seja lá para onde for, o que interessa é que a lufada de ar fresco finalmente chegou com o José Eduardo Bettencourt a confirmar a candidatura à presidência do Sporting.
De fresco não tem nada, antes pelo contrário, e o “folhetim” do BPN continua. O homem agora diz que (diz) tudo que ainda não foi dito, e até que é; “uma espécie de inocente”…
Quem agora diz tudo também, é o cabeça de lista do PSD ao PE. Onde e como está a MFL? Só o Rangel se vê e se ouve! Não te cuides não MFL, que vais ver a volta que levas.
Na conversa das europeias para o Vital, nem com “ameaças de agressões” todas as semanas, lá vai. Mas que falta de vitalidade.
Continuando pelo mesmo verbo dizer, quem diz tudo e mais alguma coisa e até demais, é o bastonário da AO. Não vou à bola com ele, mas que ele diz o que mais ninguém tem coragem de dizer e sem virar a cara, lá isso é verdade.   
Também é verdade que o ministro M Lino disse que o IC30+IC16=A16 vai estar pronto em Setembro e não é por causa das eleições… Não! Mas quem é que ia pensar uma coisa dessas.
SBF

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO