A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

09
Abr 10

Há muitas formas de passar o pensamento – Falando, escrevendo, pintando, fotografando, ou até, por telepatia.

 

Sendo certo que, usando qualquer destas opções, é indispensável accionar o mecanismo da massa-cinzenta, e pôr o pensamento em processo de transferência.

 

Tudo bem explicadinho, mas para isto, é preciso vontade, e essa, nem sempre existe.

 

A vontade é a grande condicionante.

 

A vontade comanda tudo.

 

Nada é feito ou pensado, sem vontade.

 

Qualquer psicólogo, psiquiatra ou terapeuta, acredita que consegue manobrar a vontade do consultado. Será?

 

É imperdoável que esteja tão irregular na escrita do meu blogue. Acho que absorvi direitinho o ambiente inibidor da nossa sociedade. Tudo e todos a puxar para baixo.

 

Não há povo que aguente!

 

Não tenho tido vontade!

 

SBF

publicado por voltadoduche às 16:03

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

NÃO TENHO TIDO VONTADE!

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO