A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

06
Out 10

 

Hoje foi um dia de esperança para os “sebastianistas”!

 

Dia serrado de nevoeiro, que já esteve, faz com que muito boa gente espreite, sem parar, entre o nevoeiro, mimando orações umas atrás das outras e contratualizando promessas sem saber se alguma vez as poderá pagar, acreditando que pela frente lhe vai aparecer um D. Sebastião, o salvador da Pátria, seja rei com erre ou com guê, em cima de cavalo branco ou mesmo a pé, e, muito importante, que ainda venha a tempo de não deixar subir os impostos.

 

Estes dias, em que não se vê “um palmo à frente do nariz”, com o toque especial da nossa serra de Sintra, são muito perigosos, não por causa do trânsito como toda a gente diz, mas, pelo mal que faz à cabeça, de quem espera pelo “salvador da Pátria”.

 

Estes tempos de crise são ótimos para o aparecimento de candidatos. A maior parte deles são capazes de tudo, até cavalgarem num animal branco e em dia de nevoeiro.

 

Temos de ter cuidado e estar atentos!

 

(Gravura: Alcácer-Quibir – Wikipédia)

 

SBF

publicado por voltadoduche às 17:21

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

ENTRE O NEVOEIRO

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO