A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

15
Nov 10

 

As tolerâncias de ponto concedidas pelo Governo a propósito das mais variadas situações, está a tornar-se um vício. Em circunstâncias normais já é um péssimo hábito, em tempo de crise é descabido e contraditório com todos os sacrifícios impostos pelo mesmo Governo.

 

A realização da cimeira da NATO em Lisboa vai com certeza quebrar algumas rotinas mas, daí a haver necessidade que os funcionários públicos fiquem em casa, porque é isso que vai acontecer, a distância é grande.

 

Melhor está o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, (CLICAR) que, resistiu às pressões e recusou a tolerância de ponto. O Presidente da Autarquia lisboeta está muito mais próximo da sociedade real do que os burocratas do Poder Central.

 

SBF

 

(Foto e Link: Económico Online)


Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

TOLERÂNCIAS DE PONTO

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO