A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

03
Jan 12

Ano vai, ano vem…

 

Neste tempo terreno os anos gastam-se e não se renovam. Aqueles rostos que por mim passam com as rugas mais acentuadas clicam a contagem automática. Eu também por lá passo e sinto que…

 

os anos vão e os anos vêm, gastam-se e não se renovam.

 

E, para qualquer lado que me vire, dou de caras com um político que fala, com um analista que analisa e uma dúzia de comentadores que comentam. Falam, falam e já ninguém os ouve e muitos menos alguém retém alguma frase, alguma ideia.

 

Ano sai, ano entra…

 

ontem, anatomia viçosa, hoje rugas e curvatura de costas.

 

Em qualquer Natal, em qualquer ano que vem, falam, falam como se alguém acreditasse muito no que dizem. Nunca cumprem e até se esquecem que já prometeram ou já se lamentaram do mesmo há décadas.

 

Ano vai, ano vem…

 

e nem uma luzinha ao fundo do túnel…

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 17:10

01
Jan 10

 

A segunda década do século, desponta hoje com uma ponta de sol à espreita.
E a espreitar fui eu, depois de alguns dias cinzentos, e aqui cabem todos os cinzentos que se possam imaginar: O meteorológico, o deprimente, o de dor física, o psicológico, enfim, todos os que, de um momento para o outro, tenhamos capacidade para detectar ou, até, inventar.
Mas, voltando ao “fio da meada” dizia – E a espreitar fui eu, levado pela sede da “bica” matinal e do jornal de papel, sim… papel, porque agora quando nos referimos a jornal, é indispensável explicar se é de papel, online ou da TV. Bom, mas dizia que fui espreitar e nada, tudo fechado, como aliás é normal e merecedor para quem trabalha nos restantes dias do ano.
Logo que me lembrei do justo descanso, pus o “motor de busca” a trabalhar e… lá terá de ser, um posto de combustível ou, como aprendi a dizer – Bomba de gasolina. Lá me dirigi para a “bomba” da galp em Mem Martins em frente ao novo “modelo”. Isso mesmo, há “bica”, que é saborosa, tem mesas, cadeiras e tem jornais de papel…, espera lá…, mas vi hoje na SIC N que hoje só há o JN e o Jogo. É isso mesmo, não há crise, vai o JN.
Pouca gente na “bomba”, até parecia que as três funcionárias estavam à minha espera e à minha saudação, «bom dia e um bom ano novo para todas», corresponderam a esse exclusivo com um sorriso prolongado e, em uníssono «obrigado e bom ano».
Os sorrisos e a “boa onda” assim pela manhã, no primeiro dia do ano, no primeiro dia da década, ajudam a superar qualquer tristeza, qualquer dor física ou psicológica.
O meu “bem-haja” para todos os que têm de trabalhar hoje, especialmente quando nos recebem sorrindo.
SBF
(Gravura: Da Net)
publicado por voltadoduche às 13:32
tags:

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO