A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

15
Out 10

 

“Álvaro Cunhal – Sete fôlegos do combatente” De Carlos Brito

Conhecer a intervenção de Álvaro Cunhal no panorama político português, no tempo da ditadura e depois do 25 de Abril de 1974, é essencial para se entender a verdadeira história do nosso País nos últimos 60/70 anos.

 

Carlos Brito, autor de “Álvaro Cunhal – Sete fôlegos do combatente”, privou com Álvaro Cunhal durante cerca de 40 anos no PCP, a maior parte fazendo parte dos órgãos dirigentes, primeiro na clandestinidade durante a ditadura e, depois do 25 de Abril nas mais variadas tarefas partidárias.

 

O autor conheceu como poucos o histórico líder do PCP, e, a sua condição de afastamento da militância do seu partido de sempre, permitiu-lhe – só possível com distância física e emocional – escrever este livro que, desde a publicação da 1ª edição em Maio deste ano, se manteve nos “top-ten” até há bem pouco tempo.

 

Carlos Brito nasceu em Moçambique em 1933, veio para Portugal com 3 anos vivendo em Alcoutim, no Algarve, durante a infância e juventude, para onde retornou há uns anos, depois de ter deixado a política ativa. Foi candidato presidencial, deputado durante muitos anos, Diretor do jornal Avante, foi condecorado mais do que uma vez, para além de todas as tarefas e cargos inerentes à sua função de dirigente do PCP.

 

 

É uma edição das “Edições Nelson de Matos” com 1ª edição em Maio de 2010.

 

SBF

 

(Gravura: Do site das Edições Nelson de Matos)

publicado por voltadoduche às 17:44

Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO