A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

31
Mai 10

 

Tanta gente na rua merece respeito! (CLICAR)

 

Os atuais governantes e afins, não podem assobiar p’ró lado!

 

Os portugueses, duma forma geral, não podem estar contentes, ainda por cima, quando não se sabe se os “cortes” vão ficar por aqui.

 

A crise, é “terreno - fértil” para os demagogos que não perdem nenhum tempo de antena. Aí estão eles com as melhores soluções para debelar a crise…

 

Muita gente sofre, e algumas das últimas medidas acertam em cheio nos mais fragilizados.

 

Há um ano, ou pouco mais, a UE levantava os limites de deficit excessivo aos governos.

 

“Era preciso acudir aos bancos, às seguradoras e a todos os que precisassem de apoio financeiro, para evitar falências com consequências sistémicas imprevisíveis, que atingiriam grandes e pequenos. As instituições e a solidariedade europeia cá estaria, para, a tudo dar cobertura.”

 

Os governos assim fizeram! Salvaram bancos com milhares de milhões de euros, atribuíram subsídios novos a torto e a direito, reforçaram outros já existentes e, claro, endividaram-se mais e os respectivos deficits subiram em flecha.

 

E agora?

 

Agora são estes mesmos governos obedientes, que têm de resolver o problema. Estão a levar com os banqueiros (já salvos) em cima, com as bolsas, com as agências de rating, com os credores, com os alemães, com Bruxelas e, principalmente, com as mobilizações sindicais que começam a sair à rua.

 

A cobertura e solidariedade europeia onde está?

 

Cá para mim, o que a senhora chanceler alemã quer, é o regresso do “Marco” (moeda) em força.

 

SBF

 

(Foto e link - DN Online: Manifestação CGTP de 29.10.2010

publicado por voltadoduche às 01:03

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
21

23
24
25
26
27
28



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO