A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

29
Mar 12
Comissão Europeia, de quando em vez, esquece-se que tem coisas importantes para tratar e decreta diretivas e outras obrigações para os Estados membros que não lembra ao diabo.
Ainda não há muito tempo, lá em Bruxelas, os mangas de alpaca inventaram aquele novo alojamento para galinhas poedeiras de oito assoalhadas, três casas de banho, despensa, arrecadação, cozinha equipada e certificado energético atualizado. Tudo leva a crer, independentemente dos protestos da generalidade dos países, que a diretiva vingou e, quem não cumpra, será penalizado.
Com menos sucesso dos burocratas que envolvem a Comissão e “comem” em Bruxelas, uma outra extraordinária ideia, felizmente, não foi avante. Vejam só! Os “inteligentes” queriam alterar as regras da salga do bacalhau. Lembraram-se de impor o uso de fosfatos em químico, em vez do sal ancestralmente utilizado pelos pescadores portugueses.
Soube-se hoje que se deram mal. Porque a “brilhante” proposta foi chumbada ainda na Comissão, podemos, por enquanto, ficar descansados e continuar a comer o bacalhau salgado à nossa maneira.

Silvestre Félix
publicado por voltadoduche às 21:04

Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


18
23
24

26
27
28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO