A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

21
Jan 12

O corpo humano também tem prazo de validade.

 

Imagine-se um escrito na testa de forma bem visível – Usar de preferência antes da data indicada no verso deste corpo.

 

Acontece que, como sempre, o usuário humano, não liga nenhuma ao escrito e continua a dar-lhe uso (ao corpo) como se não tivesse um fim destinado e certinho. 

 

As falhas e avarias vão surgindo e o recurso às modernas técnicas de renovação e reciclagem são cada vez mais frequentes. Em resultado desses “arranjos”, ao prazo inicial acrescenta-se novos tempos de “garantia” de uso e, então, o corpo lá vai percorrendo novas etapas garantidas pelos habilitados técnicos de saúde com a preciosa ajuda do motivado e enérgico espírito que não vira a cara a qualquer novo desafio.

 

É por isso que, teclando, volto com o corpo arranjado e o espírito renovado.

 

Aproveitemos este Sol, fonte de vida mesmo para além do prazo de validade…

 

Silvestre Félix

 

21 de Janeiro de 2012 – 1º dia de Guimarães, Capital Europeia da Cultura

publicado por voltadoduche às 15:32
tags: , ,

Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

17
18
19
20




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO