A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

18
Nov 11

Estou tentado a concordar com o Presidente do BPI. Os senhores da Troika devem deixar de fazer as habituais conferências de imprensa no final de cada “inspeção” e, durante, absterem-se de dar entrevistas e fazer comentários. Façam e digam o que quiserem em Bruxelas mas aqui, limitem-se a fazer o seu trabalho e a mais não são obrigados.

 

Não vou ao ponto de dizer que são “funcionários de 5ª ou 7ª linha” como disse Ulrich, mas até parece. Sugerir ou recomendar que os privados baixem os salários para aumentar a competitividade, é demais e demonstra desconhecimento da situação real do País, o que é muito mau, considerando o seu grau de envolvimento. Pelo menos desde 2008 que os privados estão a cortar em tudo incluindo nos vencimentos base. Os trabalhadores, para garantirem os seus postos de trabalho, têm acedido à maioria das propostas patronais que visem a manutenção laboral.

 

Estes senhores, quando dizem estas baboseiras, não se devem dar conta que o salário médio bruto mensal em Portugal é de cerca € 850,00, menos de metade do da Alemanha e menos de um quarto do da Dinamarca, e o ordenado mínimo de € 485,00.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 16:23
tags: ,

Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16
19

20
22
26

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO