A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

10
Nov 10

 

A ativista Aminatu Haidar, também conhecida por “Gandhi Sarauí”, que, há quase um ano, esteve 32 dias de greve de fome em Lazarote, veio a Portugal para receber a Medalha da Universidade de Coimbra e participar num debate na Reitoria da Universidade de Lisboa.

 

Nesta  já com Aminatu em Portugal, as tropas marroquinas atacaram um acampamento de protesto saurí nos arredores da capital do Saara, provocando dezenas de mortos e desaparecidos e quase um milhar de feridos.

 

Existem algumas semelhanças com Timor-Leste, na luta pela independência do Saara-Ocidental. Marrocos está para o Saara-Ocidental como a Indonésia estava para Timor-Leste.

 

O antigo colonizador, neste caso a Espanha, sai do território em 1975 na sequência da morte de Franco e início do processo de transição para a Democracia e, imediatamente, as duas potências regionais – Marrocos e Mauritânia – invadem a antiga colónia espanhola. Mais tarde a Mauritânia sai mas Marrocos fica.

 

A comunidade internacional tem esquecido esta situação irregular estes anos todos. Entretanto, e já numa aparente fase avançada de entendimento, em 1991, Marrocos e Frente Polisário, concordaram que se realizasse um referendo para que a população do território se decidisse pela independência ou pela integração em Marrocos. Ninguém, nem as forças das Nações Unidas no terreno, criaram condições para se realizar o referendo, até hoje.

 

SBF

 

(Foto e Link: DN Online)

publicado por voltadoduche às 00:58

Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO