A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

08
Mai 10

Numa hora as bolsas estão a verde porque … blá, blá, blá …, na seguinte as bolsas estão a cair porque … blá, blá, blá …, os juros da dívida voltaram a subir porque as declarações de …, a agência de rating …, a Chanceler Alemã avisou que …, etc., etc., etc.

 

A ansiedade vence-nos!

 

Nunca se sabe o que vamos ouvir na sintonia das notícias à hora certa. Qual será a novidade agora?

 

Tudo isto é uma navegação à vista numa lógica do mais puro capitalismo selvagem. A globalização abriu-lhe todos os caminhos. Tão desenfreado que acaba por se comer a si próprio. O Marx tinha razão, tinha, tinha…, só foi pena que a sua teoria tenha sido completamente desvirtuada.

 

Nunca devíamos ter abandonado a produção agrícola, o abate da nossa frota pesqueira foi um erro, os estaleiros navais nunca deviam ter sido desativados assim como a frota da marinha mercante portuguesa e a nossa capacidade de produção na industria ferroviária nunca deveria ter acabado, os nossos portos deviam ter-se desenvolvido e transformado em verdadeiras portas de entrada da Europa, ou, pelo menos, da Península. Muitos são os exemplos de como capitulamos aos “pés” da Europa. Os subsídios disponíveis, nunca deveriam ter sido aplicados no abatimento de equipamento e na redução de produção e, ao contrário, investidos em investigação nas nossas universidades, no desenvolvimento dos enunciados e em campanhas: “compre produto nacional”, “utilize as marcas nacionais”, “faça férias cá dentro”, etc., etc.

 

Quanto tempo mais vai demorar a UE e o Euro?

 

SBF

publicado por voltadoduche às 22:53
tags: ,

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
21

23
24
25
26
27
28



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO