A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

09
Jan 10

Nenhum dos intervenientes está isento de culpas. A menina em questão, agora com sete anos, está a levar com outro “trambolhão” na curta vida – A mãe biológica requereu o poder paternal e a guarda da filha.
Esta gente está toda doida. Estão a causar muito mal à criança, todos eles. Comportam-se como se tivessem na corrida da conquista de um qualquer troféu.
Os nossos tribunais têm sentenças conhecidas que não os abonam nada nesta especialidade.
No caso concreto desta miúda, já sentenciaram em todos os sentidos; A favor dos pais “adoptivos”, do Pai biológico e agora vamos ver. Ninguém se importa com o drama que a criança está a passar.
Por mim estão todos condenados – Os pais e as mães, os advogados, os juízes, técnicos da segurança social, assistentes sociais, pedopsiquiatras, psicólogos e todos os que, duma maneira ou doutra têm contribuído para a vida desgraçada desta menina.
TRIBUNAIS, ORGANIZEM-SE: Pensem por uma vez na criança e ignorem as pretensões dos outros. SALVEM A ESMERALDA!
AQUI a notícia do “Publico Online”.
SBF
(Foto e dicas do Público Online)
publicado por voltadoduche às 01:16
tags:

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
15
16

18
19
20
22

24
27
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO