A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

30
Out 09

 

Eu, Leonor de Teles
De María Pilar Del Hierro
D. Fernando I, subiu ao trono com 22 anos em 1367 em sucessão de seu pai D. Pedro I. Foi o nono rei de Portugal, último da dinastia “Afonsina” ou de Borgonha, tinha o cognome de O Formoso ou O Belo, decerto à conta da sua fisionomia, e morreu 16 anos depois de ser Rei, em 1383, às mãos da sua esposa, conhecida por “Dama Maldita” e de nome D. Leonor de Teles.
E é desta Leonor de Teles, figura sinistra da nossa história, que trata o livro de María Pilar.
Sobrinha do Conde de Barcelos, e antes casada com o Morgado de Pombeiro, a quem fez a vida negra, tendo depois, por influência do Rei que por ela se apaixonara, conseguido desfazer o casamento, abrindo a grande janela de oportunidade para se tornar Rainha. Leonor de Teles e D. Fernando I, casaram-se em segredo em Leça do Bailio a 15 de Maio de 1372. Pouco depois os filhos chegaram e, com a ratificação do Papa, tudo corria de feição à Dama maldita.
 Entretanto, e como lhe estava no sangue, tolheu-se de amores e desejo, pelo Castelhano Conde de Andeiro. Embora não esteja “preto no branco” na história, foi-se dizendo e no romance assim se dá a entender, que o veneno foi sendo ministrado devagarinho para não levantar suspeitas, até que a morte bate à porta de D. Fernando.
Leonor torna-se regente do Reino, e em muito pouco tempo, o Mestre Avis manda eliminar o Conde de Andeiro, expulsa-a de Portugal e é aclamado El-Rei D. João I de Portugal, primeiro da dinastia de Avis.
 A autora, María Pilar, é licenciada em História Moderna e Contemporânea, pela Universidade Autónoma de Barcelona, tem uma vasta obra onde se inclui o romance Inês de Castro de 2004, que também já li e gostei.
Este livro é uma edição da “Esfera dos Livros” com a 1ª em Outubro de 2006.
SBF
(Gravura: Capa do Livro)
publicado por voltadoduche às 01:40
tags:

Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
17

18
24

25


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO