A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

23
Mai 09

 

Algumas acácias já em flor, cores múltiplas filtrando os violeta do sol tropical nas bordas do Índico oceano e em cima da calma baía desde a barra do Incomati pela areia da Macaneta até ao carvão da Matola. Depois do nascimento do nazareno, que veneramos como Cristo crucificado no monte das oliveiras lá p’ra terra – santa do médio - oriente, passaram em tempo contado em anos, mil novecentos e oitenta e três a considerar também o calendário do Gregório (papa XIII, acho eu) no dia vinte e três e o mês de Maio das acácias coloridas desde o rio Maputo até ao asfalto do mesmo nome.
Ansiedade e preocupação pela madrugada fora, e a Mãe subiu os oito andares, e a Mãe desceu os oito andares de pé de escada, e a máquina que eleva o corpo, a alma, os sonhos, a felicidade, as compras da cooperativa… deixou o esforço para outro dia, e a Mãe com toda a vontade e força do mundo desceu cada degrau com alegria dobrada. Nem o médico Cubano combinado se descobria para a função de natividade ajudada, e a maternidade da cidade a acolher o meu tesouro que quase estava encontrado.
Menino ou menina?
Naquela terra vermelha, amada pelos de lá e abençoada pelos de cá, ela nasceu com a manhã. E o Bruno e a Isabel e eu lhe pegamos na primeira claridade da vida.
Parabéns Minha Filha!
SBF
publicado por voltadoduche às 17:02

 

Finalmente  alguém conseguiu dizer em directo à MM Guedes algumas verdades que ela precisava ouvir.

 

Da TVI, quando posso, vejo uma das melhores séries da televisão portuguesa – O Equador, e pouco mais.
Há já bastante tempo que me recuso a ver noticiário neste canal. A principal responsável por esta opção, é a prestação horrível desta senhora desde o tempo em que apresentava o “jornal da noite”, todos ou quase todos os dias da semana. Esta nova versão de 6ª feira nunca vi, mas pelo que se apura, continua na mesma onda, para muito pior.
Ora, hoje encontrou O Marinho Pinto que lhe disse das boas. Consegui ver o vídeo e realmente o homem não tem papas na língua e coragem não lhe falta. Ela nem conseguia articular palavra no meio do paleio do Bastonário da AO.

 

Não sei se ele tem razão, no diferendo com os conselhos regionais, mas aqui, o que eu gostei, foi o ter conseguido desmascarar, do ponto de vista funcional, a pessoa que tinha à frente.
SBF
(Foto: Wikipédia - Marreta, também se diz de pessoa estupida)
publicado por voltadoduche às 02:23

Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16

18
19
20
21




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO