A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

21
Set 11

Sempre me pareceu que a Regionalização seria um bom caminho para um desenvolvimento integrado do nosso País. Com o advento da crise e a cada vez mais escassez de meios, principalmente os financeiros, a implementação duma reforma administrativa do território como há décadas se discutia, fica sem sentido.

 

Ainda assim, acho vantajoso, mesmo numa perspetiva economicista, descobrir e capitalizar todo o tipo de sinergias regionais, envolvendo grupos de municípios de forma a criar bolsas decisórias com poder legitimado e reforçado.  

 

Há muito que os portugueses conhecem o Presidente do Governo Regional da Madeira. Se dúvidas houvesse, os últimos acontecimentos e os nomes que este, nestes dias, tem chamado aos portugueses do continente, aos de Lisboa e ao Estado Português, como se ele fosse doutro planeta, todos ficaríamos esclarecidos.

 

Claro que nem toda a gente se comporta como este senhor e sua pandilha mas, nestes tempos e congelando para mim a ideia da Regionalização, acho que não devemos correr o risco de entregar outras regiões do País a um qualquer clone do da Madeira.

 

Deixa-te estar sossegada Regionalização!

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 17:06

Desde sempre o estado sobrevive á custa dos impostos.Regionalizar seria como entregar a responsabilidade da cobrança ao poder local.O controle de contas seria sem dúvida mais apertado e todos saberiam quais aqueles que mais contribuem para as finanças.Um ou outro local contribuiria mais ou menos e aí surgiriam questões de comparticipação estatal para o desenvolvimento de acordo com as «regras contributivas».Perseguindo este nível de compensações de escalão contributivo a autarquia desenvolveria um melhor esforço no âmbito das mesmas.
Parece que este estágio de desenvolvimento não é desejado,sendo mesmo preferido a ocultação de contas, e assim ninguém sabe a quantas anda.
vitalux a 21 de Setembro de 2011 às 18:35

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11

19
23



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO