A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

25
Abr 11

 

Até Guimarães fui e, por essas estradas abaixo, voltei!

 

Rever família e amigos, no berço, em casa me vejo.

 

Com espírito de Abril e sentimento pascal, coincidência pouco conveniente mas autentica, que a lição dos Capitães continue pelos tempos. Em Guimarães ou na Abrunheira, o tempo de Abril continua vivo e com vontade de assim permanecer.

 

As portas que Abril abriu não se questionam!

 

Viva o 25 de Abril!

 

25 de Abril sempre!

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 19:48

Não, eu não gosto de ouvir dizer que "antigamente é que era bom", que "as actuais condições económicas e sociais são piores do que há 40 anos." Porque nunca gostei de censura nem da arte de chibar, eu quero que se respeite a alma de homens como Salgueiro Maia, Humberto Delgado e daqueles que foram encarcerados por pensarem de maneira diferente. Eu gosto de ver a emancipação da mulher e do seu novo papel na sociedade, longe do tempo em que o divórcio era um tabu religioso, de olhar para uma escola e ver meninos e meninas a brincarem juntos num recreio, afastados de uma qualquer mocidade portuguesa. Eu gosto de pertencer à comunidade europeia e ter deixado o "orgulhosamente sós", de observar os direitos dos cidadãos à saúde, à educação e ao trabalho. Não questiones se Abril valeu a pena, usufrui da liberdade conquistada como se fosse a coisa mais importante da tua vida.
Dylan a 26 de Abril de 2011 às 15:43

Tens toda a razão Dylan.
As contrariedades deste tempo não têm nada a ver o regime da ditadura!
Abril não se questiona, celebra-se todos os dias!
Silvestre Félix
voltadoduche a 26 de Abril de 2011 às 16:10

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


22
23

24


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO