A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

11
Jan 12

Quem diz, em Portugal, com a maior das calmas que, «hemodiálise para quem tem mais de 80 anos, só se a pagar», não merece ter tribuna nem para pedir desculpa aos milhares de portugueses que, mais uma vez, ofendeu.

 

Ninguém tem dúvidas que o acesso ao Serviço Nacional de Saúde, como nós o conhecemos, está em perigo. A orientação ultra-liberal e mercantilista, maioritária na atual governação, não vai olhar a meios para atingir os “números” troikanos.

 

O que ouvi ontem naquele debate a propósito do SNS é grave. Teve no entanto o mérito de nos alertar para o que aí poderá vir.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 22:32
tags: ,

20
Dez 11

O documento que dá conta da revisão do memorando de entendimento com a Troika vai ser hoje tornado público. Consta que é uma autêntica bomba…Como é costume nestas coisas, algumas pontas vão saindo fora e, pela tarde dentro, já são parangonas na net.

 

Continuam a ter a lata de dizer que não querem acabar com o Serviço Nacional de Saúde. Pois bem, a Troika manda que, em 2012 os cortes subam para o dobro deste ano ou seja, por cima dos quinhentos e tal milhões de 2011, o corte do próximo ano será de mais mil e tal milhões de euros.

 

Alguém acreditará que os serviços de saúde prestados aos portugueses não vão baixar significativamente de qualidade?

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 16:21

12
Dez 11

PP Coelho diz; «que ainda há margem para subir mais as taxas moderadoras».

 

Há alturas da vida em que todos podemos ser acometidos de transtornos na “mioleira” levando-nos a praticar os mais disparatados atos ou a dizermos impropérios que não lembra nem ao “diabo”.

 

Será que ao Primeiro-Ministro terá acontecido alguma destas coisas?

 

De “moderadoras” as taxas já não têm nada, ou melhor; têm…têm!

 

Os novos preços vão “moderar” mas é pela razão inversa pela qual foram criadas há uns anos. Muitos milhares de portugueses, utentes do Serviço Nacional de Saúde (que a Constituição continua a garantir que deverá ser tendencialmente gratuito), vão deixar de poder ir às consultas, de fazer exames ou até de recorrer a uma urgência, não pelo exagero na utilização da gratuitidade do SNS mas, antes, por não terem possibilidades de pagar os novos preços das ditas taxas.

     

Quem nos quiser fazer crer do contrário, está completamente descontextualizado e precisa de reformatar o “disco”!

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 16:49
tags: , ,

06
Dez 11

No que respeita ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), provocando a degradação da qualidade dos cuidados de saúde dos portugueses, o Estado economicista vai “faturar” de duas maneiras:

 

- Aumento para o dobro das chamadas Taxas Moderadoras.

 

- Como muitos milhares de portugueses deixarão de poder pagar as Taxas, a redução no atendimento vai resultar na diminuição dos custos de funcionamento.

 

O grande anúncio de que são muitos mais os isentos porque passam a sê-lo por insuficiência económica, é um treta. O limite para não pagar de seiscentos e tal euros por agregado familiar, deixa de fora, ou seja, obriga a que paguem, uma enorme faixa de portugueses pobres.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 22:04
tags: , ,

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO