A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

03
Jun 12

Que todos se cuidem!


Que a DGS (Direção Geral de Saúde, bem entendido…), ponha no terreno o plano “A” de contingência, para reforçar as defesas aos ataques do vírus, “secretas + superespião”.

 

A forma mais comum de “transmissão” é através de telemóvel e inicia imediatamente a caminhada de estragos irreversíveis. O período de incubação é especialmente longo mas quando aparecem os sintomas do mal, já é tarde – a infeção atingiu o seu objetivo!

   

Não existe plano de vacinação pelo que, até as equipas com defesas de oposição, podem vir a serem vítimas da mesma epidemia. A DGS (…Saúde, entenda-se…) aconselha a que se configurem “filtros” eletrónicos nos telemóveis e endereços de e-mail de modo a mover para “spam” tudo o que “cheire” a secretas, espiões ou coisas parecidas.

 

Ainda publicou a mesma autoridade um comunicado com regras básicas de “efeito – bumerangue” para reserva em segurança do passado. Que cada sujeito tenha o cuidado de inventariar e catalogar eventuais contactos no passado com o superespião ou com qualquer dos seus peões, e que os faça públicos. Considere-se contacto; Ter assistido a jogo de futebol, mesmo que em bancada de lado oposto, ter viajado no mesmo “Alfa” Lisboa/Porto mesmo que em carruagens diferentes, ter-se servido do mesmo urinol mesmo que, entre os dois, houvesse vinte loiças de intervalo, etc., etc. É muito importante que os diligentes órgãos de comunicação social saibam destes “encontros”. 

 

Hoje de manhã tinha um SMS no meu telefone com o título em maiúsculas “secretos”, e eu, usando todos os cuidados antivirais conforme as instruções da DGS (…não é Segurança, é Saúde…), pura e simplesmente o apaguei sem sequer o ter aberto, não fosse o “diabo tecê-las” e ficar infetado passando a mais um número na estatística da epidemia.

 

Andamos a ficar todos taralhoucos…disse-me agora a minha “cara-metade” que o talho onde compra a carne está a fazer promoção de “secretos” de porco preto com 50% de desconto…


Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 17:57

10
Mai 12

Esta cimeira ibérica foi completamente sem sal. Austeridade, austeridade e mais austeridade.

 

Por cá, ou seja, no que respeita à política interna, o ninho de espiões das “secretas” portuguesas dominam o interesse da comunicação social. O ninho tinha tantos ovos que alguns vão caindo pelo caminho escancarando alguns segredos que “já eram”.


Outro interessante assunto que vai ocupando os “tempos” de notícias é o pretexto que o Governo deixou para o PS marcar terreno no seu papel de maior partido da oposição. É claro que o PEC ou o DEO, como lhe queiram chamar, devia ter passado pelo Parlamento e, especialmente pelo PS, antes de ser dado como pronto a apresentar em Bruxelas. Até parece que há pouco mais de um ano, não foram os que estão agora no Governo que, com o argumento de não terem sido antes informados do PEC IV, tiraram o tapete a José Sócrates. Não venham dizer que este documento é diferente, que assim…que assado…, projeta os limites de despesa para o futuro e tem horizonte temporal que vai para além da legislatura logo, é legítimo que seja discutido na Assembleia antes de ir para Bruxelas.


Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 16:24

30
Ago 11

Donde nos terá ficado o gostinho das histórias de espiões e coisas parecidas? Herdamos isto de quem?

 

Ou não será hereditário?

 

O que é certo e não há forma de se desmentir é que, todos os anos, temos a nossa novela de escutas telefónicas, ouvidos disfarçados atrás dos cortinados, noites mal dormidas debaixo da cama para ouvir o que se passa por cima, disfarces com cabelos e barbas postiças e ouvidos bem apurados, tudo o que possa servir para uma espionagem eficaz.

 

Mesmo que o trabalhinho seja bem feito, há sempre “uma comadre” que se zanga e, por via disso, dá com a língua nos dentes.

 

Aí, grandes parangonas nos jornais e, no mesmo dia, faz-se fila interminável de “inteligentes” e “honestos” (palavras prestes a desaparecer dos nossos dicionários, porque já não têm explicação) que batem incessantemente com a mão direita no peito jurando pura inocência de qualquer “pecadito” que alguém venha a inventar.

 

O Zé – de manguito feito como manda o figurino – olha para estas “figuras” com o desprezo que merecem.

 

O pior, é que o “desprezo” não paga contas nem compra pão e vamos levando “com eles” cada vez que ligamos a televisão, ligamos o rádio ou olhamos para as primeiras páginas dos jornais.

 

Que sina!

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 22:21
tags:

29
Jul 11

Por serem “secretas” muito difícil é saber-se o que se passa com elas. Os boatos brotam como água em ribeiro com leito de cheia baralhando e envenenando os canais preferidos dos espiões de profissão.

 

Conversas, desculpas e acusações protagonizadas pelo inteligente” que, a melhor avante sempre consegue levar.

 

Alguém (da turma do Zé) conseguiu perceber o que é que aconteceu? Claro que não! Não fora uma questão de secretas e espiões.

 

Lá que interessa ao “inteligente”, é verdade, porque senão falavam menos do sério assunto (?).

Assunto, não!

 

Matéria! Que é como eles gostam de dizer!

 

E o , como é que fica?

 

Pior!

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 17:18

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO