A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

14
Ago 12

O Algarve, onde tanta gente costuma ser feliz, tem trazido para o principal partido do Governo, altos e baixos momentos políticos, não servisse a Região de experimentação e “pilotagem” para tudo e mais alguma coisa.

 

O grande teste que hoje vai acontecer para lá do “Caldeirão”, tem a ver com a possibilidade de um governante participar numa festa partidária que já foi popular. É verdade, mesmo correndo o risco de vir a ser conhecida pela “Festa do Mural”, não se livrará de vaias e apupos que lhe estão reservados. Mesmo nas hostes “laranjas” há quem não esteja pelos vários ajustes e, principalmente pelo que tem trazido o caos à conhecida avenida da Região, que ainda há quem chame, “Estrada Nacional 125”.

 

Alguns dos que hoje não podem pôr a “cabeça” de fora sem que levem com os “indignados” em cima, ainda há pouco mais de um ano se lhes juntavam e, em coro, todos juntos, gritavam “cobras” e “lagartos” quando o Sócrates passava. Ao mesmo tempo, nalguns comícios e encontros com a imprensa, de improviso, garantiam “alto e a bom som”, que tudo iam corrigir a bem dos portugueses.

 

Nem antes as coisas estavam bem nem agora estão resolvidas e, acho eu e muita gente, trinta vezes piores e sem luz nenhuma ao fundo do túnel que, ainda por cima, é muito comprido, pelo menos do tamanho da Europa.

 

Nesta esquadra europeia que se está a afundar, nós representamos, vá lá… dois submarinos.


Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 17:18
tags: , ,

02
Mar 12

A desastrada gestão da “chamada” reforma administrativa culminou com uma (forçada) nega do PS na votação realizada hoje. Segue-se a discussão na especialidade e todos esperamos que haja entendimentos para melhorar a proposta do Governo.

 

Mais uma vez, o PS, o PSD e o Governo, voltam a portar-se muito mal pela via da ausência de diálogo sobre uma reforma necessária e carente da contribuição de todos os que estiverem “por bem”.


O Governo e o PSD deviam ter chamado o PS mais cedo a dar a sua contribuição e, por outro lado, o PS também não se esforçou para entrar a sério na discussão duma boa reforma administrativa.

 

Assim, fica tudo pela rama porque sem mexer nos municípios não há verdadeira reforma. É mais fácil eliminar freguesias porque é o elo mais fraco.

 

A propalada “coragem” fica-se pela dissimulação. Ninguém quer ficar com o ónus de enfrentar o verdadeiro poder autárquico propondo eliminação ou fusão de municípios. Esse é que é o verdadeiro “busílis da questão”.


Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 15:57

16
Ago 11

A privatização da RTP ou, pelo menos, de um canal, foi assumida por esta liderança do PSD desde o seu início e na campanha para as legislativas de 5 de Junho.

 

Ganhas as eleições, o PSD defrontou-se com as habituais contradições e cobranças de clientelas. Com poder no partido, há quem não tenha interesse na existência de mais um canal privado e, aparentemente, este lobby teve força suficiente para fazer “engonhar” o objetivo inicial – a privatização de facto.

 

Então, o ministro da tutela deu a conhecer a intenção da criação dum “grupo de trabalho” para definir o “serviço público”, abrangendo as empresas de comunicação estatais – a RTP, RDP, Lusa e ANP.

 

Apanhando a boleia do PSD em campanha, da necessidade de envolvimento da sociedade civil (independentes dos partidos) nas instituições, a ponto de criar o lamentável episódio do primeiro candidato a Presidente da Assembleia da República, até se percebia que este “grupo de trabalho” fosse composto por pessoas que representassem a abrangência da nossa sociedade.

 

Pois bem, depois de conhecidos os nomes dessa “comissão”, podemos concluir que o Governo optou por entregar a responsabilidade de definir uma conceção tão subjetiva, a cidadãos (pelo menos os mais conhecidos) com muitos méritos para as audiências que os escolhem, mas que, de independentes na verdadeira aceção da palavra, nada têm, antes pelo contrário, e, ainda por cima, alguns têm protagonizado situações polémicas envolvendo setores respeitáveis da sociedade portuguesa.

 

Se a intenção é validar a definição que vier a ser criada só para durar a governação afeta à coligação, tudo bem. Sim, porque com esta composição, conservadora e retrógrada do mais que há, é praticamente certo que o resultado não irá agradar a nenhum partido da oposição nem a largas camadas de outros portugueses progressistas e independentes e, por isso, quando daqui a uns anos estiver em São Bento um Primeiro-Ministro que não seja do PSD nem do CDS, lá voltamos nós à primeira forma, aliás, como vem sendo hábito.

 

A composição dos governos muda mas os métodos mantêm-se!

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 17:48

15
Ago 11

Foi o Primeiro-Ministro e, ou, o Presidente do PSD?

 

Ou será que foram os dois?

 

Pedro Passos Coelho foi à Quarteira cumprir calendário e muito bem. A mais não é obrigado e já muito mérito tem, por ter recuperado a presença do líder do PSD na mítica “Festa do Pontal”. Mas para dizer tão pouco não é preciso criar-se falsa expectativa. Basta estar presente!

 

Passos Coelho e alguns dos seus companheiros, embora tenham prometido resistir, lá vão falando do passado e das malditas heranças, mesmo que despropositadamente em discursos oficiais como o fez o Ministro da Defesa. Esquecem-se que, para além da dívida, alguns dos nossos graves problemas estruturais que provocaram mais de uma década de fraco crescimento económico, têm o selo “laranja”. A começar pela errada aplicação dos fundos provenientes da CEE na pré-adesão e pós-adesão, o abate da nossa Marinha Mercante e frota pesqueira, o abandono da indústria leve e pesada o incentivo ao abandono da agricultura, etc., etc. Alguns dos responsáveis por essas decisões, agora, se calhar, assobiam para o lado e estão ao lado deste Governo.  

 

Nem todos os portugueses são culpados da situação em que nos encontramos e muitos menos os que agora são os mais visados com as medidas de austeridade. Ao contrário do que muitos nos querem fazer crer, duma forma geral somos empreendedores e trabalhadores. Foi a nossa classe política (arco do poder – PS, PSD e CDS) que, por incompetência, negligência ou cedendo às clientelas, governou mal, pelo menos nos últimos 25 anos. Ninguém pode cuspir para o ar sem correr o risco do cuspo lhe cair em cima. Nada do que aqui escrevi branqueia o desastre da última metade da governação de José Sócrates.

 

Portanto, quando falarem do passado sejam justos e verdadeiros.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 21:40

06
Ago 11

Mas qual é o problema de alguém do grupo parlamentar do PSD ter ligado ao “112” para aferir o tempo de atendimento?

 

O problema é que, mesmo embrulhados nesta crise, continuamos a constatar a existência de organismos do Estado que se acham acima de qualquer crítica e que não admitem estarem ao serviço dos cidadãos, a quem têm que prestar contas, sejam eles Deputados ou varredores.

 

Justificam-se os críticos desta ação parlamentar que “as chamadas falsas para o 112 constituem um ilícito e eventualmente um crime”. Só que a chamada não resultou no estabelecimento de nenhum contacto e, em qualquer dos casos, é abusivo e despropositado, confundir isto com uma chamada falsa com as características que nós conhecemos.

 

Não estamos em tempo de mesquinhice e de criar “bolhas” onde elas não existem.

 

Se isto tivesse acontecido há três ou quatro meses e se o GP fosse o do PS, eu escreveria a mesma coisa.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 16:47

01
Ago 11

António José Seguro foi recebido hoje em São Bento pelo Primeiro-Ministro Pedro Passos Coelho.

 

Não consigo vê-los como adversários porque em tudo me parecem iguais.

 

Nesta altura, e mesmo sem ainda ter começado o “campeonato”, não sei se é bom se mau.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 16:55
tags: ,

31
Jul 11

O líder do PSD-Madeira, disse hoje na festa partidária do Chão da Lagoa, no meio das habituais baboseiras, que se não tiver maioria absoluta nas próximas eleições regionais de Outubro, se retira da política.

 

Razão e oportunidade acrescida, digo eu, para que o povo da Região finalmente se liberte de “selo” tão deprimente e que, ao mesmo tempo, «tão bem» trata os seus compatriotas Continentais.

 

Não é por mais nada…é que está “fora de moda!”

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 23:00
tags: ,

20
Jul 11

 

Até tenho uma certa consideração pelo homem, mas quando, assim descaradamente e em tão pouco tempo, tem duas opiniões completamente opostas sobre as previstas portagens na A22 mais conhecida por Via do Infante, fico e ficarão muitos portugueses e principalmente algarvios, desenganados com o atual Presidente da Câmara de Faro. Afinal ele é igual aos outros. Antes de 5 de Junho, todas as “lutas” eram consideradas para evitar a implementação da cobrança, depois do PSD, o seu partido, ter a responsabilidade de Governo, já não é bem assim e até admite como razoável que a passagem na Via do Infante seja paga.

 

Pois eu não! Passo lá muito poucas vezes, duas ou três vezes por ano, portanto não é pelo que no futuro pagarei que tenho esta opinião. Mas sei reconhecer a diferença entre uma A29, A17, A23, etc., e a A22.

 

A Via do Infante quando começou a ser construída ainda não se falava em SCUT’S, não tem perfil de auto-estrada e nalguns troços é demasiado estreita, ainda por cima, noutros sítios o piso está impróprio. Outras razões porventura haverá mas o que me chateia é a parcialidade do ponto de vista partidário, do Presidente da Câmara de Faro.

 

Acho que ele foi um bom governante, ótimo Presidente de Câmara em Tavira, excelente interventor nos mais variados temas nacionais e regionais mas, com esta sua última atitude, deita por terra todo o prestígio que tinha.

 

Silvestre Félix

 

(Foto: Ponte internacional sobre o Guadiana onde termina, a leste, a Via do Infante - Wikipédia)

publicado por voltadoduche às 16:43

20
Jun 11

Era uma derrota anunciada e perfeitamente escusada.

 

Pedro Passos Coelho, se ainda não tinha percebido, ficou hoje a saber que peso tem o CDS de Paulo Portas na coligação. A esta hora estará ciente que no dia-a-dia da governação tem de ter sempre em conta Paulo Portas.

 

Esta história da eleição do Presidente da Assembleia da República, ficou mal ao líder do PSD mas, quem fica muito pior no filme é Fernando Nobre. O Deputado (candidato), logo que viu não ter a eleição garantida e antes pelo contrário, devia ter poupado o PSD e Pedro Passos Coelho a este constrangimento, retirando a sua candidatura.

 

O curioso é que nos últimos dias, alguns dos que botam faladura nas televisões, davam como ultrapassado o problema admitindo que o CDS votaria com a bancada do PSD. Ainda hoje, já depois de concluída a votação mas antes de se saber o resultado, mais do que um dos repórteres televisivos no local, achava que o processo estaria concluído dali a alguns minutos com a eleição de Fernando Nobre.

 

Fernando Nobre, com esta chegada à política, destruiu a sua imagem e a da AMI e, neste caso da (não) eleição para Presidente da Assembleia, prestou um mau serviço ao PSD, ao contrário do que disse Miguel Macedo na sua declaração final da sessão de hoje.

 

Por outro lado, a Assembleia e os seus deputados, prestaram um bom serviço à democracia não escolhendo para cargo tão importante, quem não queriam eleger.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 21:31

15
Jun 11

Ninguém perceberia que se atrasasse a tomada de posse do novo Governo por causa de mil votos da emigração.

 

À partida, as declarações de Francisco Assis do PS davam algumas garantias de que isso não ia acontecer mas, logo veio um outro dirigente afirmar que o PS avançará até ao Constitucional.

 

Se estes votos pusessem em causa o resultado final, justificava-se tudo mas, se não é esse o caso, que se eliminem os votos e tudo volta ao normal. Ou então encurtem os prazos para reclamar, para analisar e para decidir. Precisam de mais 48 horas para quê? Ofício para lá, resposta para cá e outro ofício para lá!

 

Continuamos a brincar?

 

Mobilizem o quórum de emergência e tomem decisões rápidas.

 

O País não pode esperar por tais formalismos.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 21:52
tags: , ,

Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO