A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

03
Set 09

 

O Major Alvega, invencível piloto de caça Luso – Britânico da esquadrilha da Royal Air Force, Força Aérea Britânica abreviada por RAF, foi o meu herói favorito de banda desenhada (quadradinhos) naquela altura de final da escola primária. Na verdade, comecei a perceber a segunda guerra mundial, devorando as mais variadas vitórias pelos céus da Europa, do Major Jaime Eduardo de Cook e Alvega. Não havia piloto germânico que lhe resistisse.
Estou a referir-me à década de 60, ou seja, menos de 20 anos do final da guerra, em que as recordações ainda eram muito presentes. O meu irmão, dez anos mais velho, falava-me do período imediatamente a seguir, segunda metade da década de 40. Com menos de 10 anos, já tinha noção do que tinha acontecido de facto, e, é por isso, que sempre digo ter aprendido a história de segunda guerra nos “quadradinhos”.
Esta lembrança vem a propósito das comemorações do 70º aniversário do início da dita guerra, com a invasão da Polónia pelo exército da Alemanha nazi, a 2 de Setembro de 1939.
A história já nos explica que um ano antes da invasão da Polónia, a Inglaterra e a França tinham ido na conversa de Hitler assinando a aceitação da anexação pela Alemanha dos Sudetos. Também a URSS tinha assinado com Hitler um pacto de não agressão. A Itália, Espanha de Franco, o Japão e a Alemanha assinaram outro acordo que viria a identificar este conjunto de “Países do eixo”.
Passados todos estes anos, os russos e polacos ainda têm versões diferentes sobre quem se portou mal, ou seja, quem esteve do lado certo e errado. De factos não pode haver dúvidas, a Alemanha invadiu a Polónia, e, uma semana depois, a URSS de Estaline, instalou-se na parte oriental da Polónia. Nessa altura, o pacto germano – soviético, funcionou na divisão dos despojos de guerra, só depois, quando Hitler passou a ser ameaça para Estaline, e invadiu mesmo a URSS, é que declaradamente Estaline se pôs do lado dos Aliados.
Naquela época não havia computadores e a televisão estava a dar os primeiros passos, mas para mim e para muitos miúdos como eu, os “quadradinhos” foram didácticos. Acho que os computadores “Magalhães” do primeiro ciclo, podiam oferecer este tipo de ferramenta para ajudar no ensino de história.
SBF
publicado por voltadoduche às 01:50

Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18

20
21
23
26

28


mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO