A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

19
Fev 13

 

 

 

Desde que, em 1995, pelas telas das nossas salas de cinema passou Marcello Mastroianni interpretando o jornalista Pereira na Lisboa de 1938, que o romance “Afirma Pereira” de António Tabucchi tomou o seu lugar na minha prateleira de livros.

 

Ver o filme não substitui a leitura do livro e, por isso, voltei a folhear o romance na nova edição de bolso da Leya/Bis. É sempre importante visitarmos Lisboa quando a ditadura fazia o seu percurso, rodeada e guardada pela polícia política, pela censura e por todas as arbitrariedades que o toque fascista se dava ao luxo de cometer. Em plena Guerra Civil Espanhola, com o fascismo de Hitler e Mussolini avançando para a desgraça que viria a ser a Segunda Guerra Mundial e com um salazarismo perfeitamente sintonizado, tinha dias que o natural brilho de Lisboa era substituído por nuvens muito negras.

 

Se já leram o “Afirma Pereira” voltem a ler, se não, arranjem maneira de o ler. Esta edição de bolso está à venda por menos de seis euros.

 

António Tabucchi, nasceu em Itália em 1943 e morreu em Lisboa há menos de um ano, a 25 de Março de 2012. Tinha dupla nacionalidade pois desde novo de apaixonou por Lisboa e aqui casou e criou família. Tem uma vasta obra publicada em Portugal, em Itália e no mundo inteiro. De referir que recebeu inúmeros prémios internacionais ao longo da sua vida.

 

O “Afirma Pereira” foi publicado a primeira vez em 1994. Em Maio de 2012, depois da sua morte, a Leya/Bis publica a 1ª edição de bolso.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 15:10

Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
26
27
28


mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO