A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

07
Out 12

 

 

Já muito se disse, se escreveu e se mostrou sobre as comemorações do 5 de Outubro.

 

O Povo precisa de se divertir e, então, promovem-se “cegadas” dispensando-se os ilusionistas, trapezistas, acrobatas, outros musculados, enfim, os verdadeiros artistas. Em vez do espetáculo popular habitual, assistimos a uma triste “cegada” com os protagonistas a representarem um papel mal ensaiado e que, em vez de aplausos, deviam ter recebido sapatadas e vaias.

 

O episódio da bandeira tem tudo a ver com a vergonhosa forma como estão a tratar os portugueses. Diz-se que «Deus escreve direito por linhas tortas» e, neste tempo, o que se sente é que o País está virado ao contrário.

 

Quando quiserem que povo participe no espetáculo, venham tarde ou, com o pretexto de compromisso de última hora, não apareçam. Sumam-se, eclipsem-se ou evaporem-se porque para fazerem esta porcaria, não são precisos!

 

Silvestre Félix

 

publicado por voltadoduche às 19:55

Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
20

21
22
24
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO