A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

03
Out 12

Até parece que estamos à espera que seja apregoado o número da sorte grande. Deverá ser “azar” em vez de sorte porque do Ministério das Finanças e do seu titular, nada de bom vem.

 

A ansiedade é tanta que nem almocei!

 

No ponto em que as coisas estão e com as receitas governamentais, não almoçar, pode ter muitos outros motivos, que não a ansiedade para escutar as notícias de “Gaspar”.

 

Gaspar, muito vagarosamente, vai explicar porque de corte em corte vamos continuar sem ver luz nenhuma ao fundo túnel.

 

Gaspar, muito lentamente, vai dizer como, do ponto de vista do governante, os portugueses desempregados e mais fracos podem fazer contas à vida.

 

Contas?


Então, mas se a maior parte deles nem conseguem ver a cor do dinheiro, como é que podem fazer contas?

 

Gaspar, com muita calma, lá vai esclarecendo que sentados na cadeira do poder, o mundo é mais colorido e tudo é feito a “bem da nação!”

  

Pois bem,

 

Gaspar, Passos e Borges, andam muito distraídos e surpreendidos podem ficar, porque, por cá, a cadeira não é de confiança e já não era a primeira vez que ficava na história por se ter partido.

 

Agora, que as pipocas já estão prontas, vou sentar-me no sofá e apreciar a obra televisiva transmitida diretamente do Ministério das Finanças.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 14:56
tags: ,

Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
20

21
22
24
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO