A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

31
Jul 11

A partir da meia-noite de hoje, muitos portugueses vão pagar mais para chegarem aos seus locais de trabalho.

 

Os aumentos são brutais e os falados 15% podem, nalguns casos, ser superiores a 25% que vão sair exclusivamente do bolso de quem trabalha e ganha pouco.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 23:02
tags:

O líder do PSD-Madeira, disse hoje na festa partidária do Chão da Lagoa, no meio das habituais baboseiras, que se não tiver maioria absoluta nas próximas eleições regionais de Outubro, se retira da política.

 

Razão e oportunidade acrescida, digo eu, para que o povo da Região finalmente se liberte de “selo” tão deprimente e que, ao mesmo tempo, «tão bem» trata os seus compatriotas Continentais.

 

Não é por mais nada…é que está “fora de moda!”

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 23:00
tags: ,

30
Jul 11

A falta de entendimento entre Republicanos e Democratas nos Estados Unidos é assustadora. A ausência de aprovação do novo teto de dívida Americana para além da próxima Terça-Feira, seria o equivalente a um terramoto universal com tsunami’s em tudo o que fosse costa no mundo inteiro, fazendo parecer a atual crise da dívida europeia, uma pequena gota de água no oceano.

 

Hoje, Sábado, ninguém acredita que isso venha a acontecer, mas que é uma possibilidade real, lá isso é!

 

A máxima de que “quando os USA espirram, a Europa apanha uma pneumonia” continua a ser verdade absoluta.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 22:42
tags:

29
Jul 11

Por serem “secretas” muito difícil é saber-se o que se passa com elas. Os boatos brotam como água em ribeiro com leito de cheia baralhando e envenenando os canais preferidos dos espiões de profissão.

 

Conversas, desculpas e acusações protagonizadas pelo inteligente” que, a melhor avante sempre consegue levar.

 

Alguém (da turma do Zé) conseguiu perceber o que é que aconteceu? Claro que não! Não fora uma questão de secretas e espiões.

 

Lá que interessa ao “inteligente”, é verdade, porque senão falavam menos do sério assunto (?).

Assunto, não!

 

Matéria! Que é como eles gostam de dizer!

 

E o , como é que fica?

 

Pior!

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 17:18

28
Jul 11

Os foguetes que pela Europa foram lançados na passada 5ª feira, estão a perder força e prestes a estatelarem-se no chão outra vez.

 

O Ministro das finanças do Governo de Angela Merkel, numa declaração bem ao jeito do “quero posso e mando” diz que «não passa o cheque em branco» para o FEEF comprar dívida no mercado secundário, sem que se observem circunstâncias excecionais. Ou seja, o que ficou acordado no último Conselho Europeu só terá eficácia, caso a caso e, com a especial luz verde da Alemanha.

 

Resultado imediato ou mera coincidência: Juros da Espanha e Itália subiram a pique. Nalguns prazos estão ao nível dos de Portugal há menos de seis meses.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 00:43

27
Jul 11

E os nossos digníssimos deputados lá conseguiram arranjar duas semanitas de férias.

 

Muito “mau sinal” dão a

quem não tem férias porque tem de trabalhar

e a quem não vai de férias porque não tem onde trabalhar.

 

Falando em “mau sinal”, também o é, aumentar o número de administradores para a nova administração da Caixa Geral de Depósitos, ainda por cima, alguns bem conhecidos por estarem na primeira fila da ascensão de Passos Coelho.

 

Outro “mau sinal” são as derrapagens que se vão detetando nos diversos ministérios. “Mau sinal” reforçado são os gritos ao “vento” de alguns ex-governantes tentando minimizar a situação.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 11:58

26
Jul 11

E as “Golden Share’s” estão a acabar! É mais um bocado da nossa soberania que vai à vida. Acontece porque estamos “de joelhos”, não temos alternativa para manter o interesse nacional nalguns setores estratégicos.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 22:12
tags:

A conversa dos juros que sobem, que descem, que estão assim-assim, sempre com justificação do “inteligente”, já chateia!

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 22:10
tags:

25
Jul 11

O PS precisa de ficar forte e em condições de, no final da legislatura, concorrer de igual com o PSD e CDS. Os valores da esquerda portuguesa, embora não exclusivos do PS, só podem ser valorizados, melhorados e aperfeiçoados, com o empenhamento do PS e dos seus militantes. O Estado Social, expressão agora tantas vezes vilipendiada, aplicado e desenvolvido com critérios realistas, é condição indispensável para evoluirmos como sociedade e tem sido uma das bandeiras do PS. No entanto, vendo de fora, porque do interior vêem os seus militantes, o Partido Socialista ainda tem muitas barreiras para ultrapassar. 

 

No passado Sábado, estava a bater a meia-noite e as palmas esticavam-se mas, depois de mais um sorriso introspetivo, lá começou a faladura numa fase em que o sono estava a cumprir a sua obrigação – Precisava eu, de ser espicaçado para o vencer.

 

Nada disso aconteceu – não fui espicaçado e o sono ganhou a aposta. Ainda não me tenho em mim… depois de António José Seguro proferir aquelas primeiras sábias e singularíssimas palavras, que nunca nesta parte do hemisfério se tinham ouvido - «Este resultado não é uma vitória pessoal mas sim, uma vitória do PS» (mais ou menos isto, estou a citar de cor), comecei a piscanhar os olhos, entrei numa “onda” intermitente de consciência e inconsciência, dando para, de vez em quando, ir percebendo a profundidade (?) de algumas bem construídas frases. Às vezes tão fundas que vai ser muito difícil trazê-las do buraco.

 

Estou embasbacado com este meu aparente desinteresse mas, que hei-de fazer, acho que, para empolgar uma plateia, mesmo televisiva, não basta querer, é preciso saber e é preciso que o orador tenha carisma e uma certa dose de espontaneidade que não tem de ser na oratória, que seja, principalmente na postura. 

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 19:49

23
Jul 11

 

«Procura alguém que saiba mais do que tu. Não te limites a receber, aprende a dar. A reciprocidade é essencial.»

 

Pedro referiu, mais de uma vez, estas palavras que sua Mãe lhe disse no leito da morte. Tinha oito anos e, sem a proteção da Mãe, iria ter de viver numa grande cidade completamente arrasada por um cataclismo.

 

A destruição e a morte foram a regra e, os sobreviventes, como ele e Eduardo que viria a ser o seu Pai adotivo, a exceção.  

  

Por este mundo acima” é uma extraordinária lição de amor, amizade, lealdade e humildade. No meio dos destroços do que tinha sido a nossa civilização e depois dum primeiro período de adaptação à nova realidade, Eduardo, com a sua experiência e sabedoria, realça na criação e educação de Pedro os valores essenciais da vida.

 

Na própria história, Patrícia Reis destaca a importância dos livros na formação humana e é um dos elementos essenciais na rotina dos personagens que dão corpo a esta maravilhosa narrativa.

 

Patrícia Reis (http://vaocombate.blogs.sapo.pt) nasceu em 1970, tem vasta formação académica superior, jornalista desde 1988 em vários jornais e revistas portugueses e fez estágio na “Time” em Nova Iorque. Em 2004 escreveu a novela “Cruz das Almas”, seguiram-se vários romances, biografias entre outros trabalhos e, este ano, “Por este mundo acima”.

 

É uma edição das “Publicações Dom Quixote” e a primeira em Maio de 2011.

 

A gravura é a capa do livro copiada do blogue da autora.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 00:44

Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12

19

24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO