A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

25
Abr 09

E os do Movimento, a esta hora, já tinham a situação controlada. Só na “António Maria Cardoso” se pressentia algum perigo. Os PIDES não se iam conformar com facilidade. Todos sabíamos, que logo o CAPITÃO SALGUEIRO MAIA entrasse no Quartel do Carmo, a ditadura acabava de vez.
Depois de tanto tempo contado em 48 anos,
voltaríamos a ter imprensa livre e o “República” não mais seria proibido,
os presos políticos seriam libertados,
regressariam os exilados,
voltaria a ser possível sentarmo-nos numa esplanada e falarmos à vontade e sobre o que nos apetecesse, sem receio que o parceiro da mesa do lado nos escutasse.
Ia haver eleições livres para escolhermos os nossos representantes, e,
mais importante do que tudo, ia ficar aberto o caminho para negociar o final da guerra com os movimentos de libertação das Colónias.
SBF
publicado por voltadoduche às 16:30
tags:

07
Abr 09

 

O nosso dia normal é feito de gestos e atitudes, na maior parte das vezes tão banais, que, naturalmente, não damos conta do que faz bem ou mal ao ambiente e ao nosso futuro neste Planeta Terra.
Um dos gestos que repetimos ao longo do dia, é o uso de papel higiénico nas nossas casas de banho. É dos tais gestos tão banais que não nos passa pela cabeça a quantidade de árvores que são abatidas com a única finalidade de fabricar: Papel higiénico, toalhetes, papel de cozinha, lenços de papel, etc.
Nos USA, este é um problema sério sendo que 98% deste papel é fabricado a partir de madeira virgem Canadiana. Na Europa o avanço tem sido grande e hoje a situação é bem melhor, pois 40% do papel gasto, já é reciclado.
Em Portugal existe papel reciclado à venda nas grandes superfícies e uma boa parte dos consumidores já optam pelo papel higiénico reciclado. No uso, não se nota qualquer diferença comparando com papel não reciclado.
 “Eu, já há algum tempo que optei pelo reciclado”.  
SBF
(Texto escrito a propósito de notícia publicada no Diário de Notícias)
publicado por voltadoduche às 09:52

06
Abr 09

 

Porque é que o Presidente da Assembleia da República quer que nós, simples cidadãos, acreditemos que se deve “fazer fé” na palavra dos Deputados, passando a não ser necessário documento escrito, para justificar as suas faltas até ao limite de cinco dias? 
 Por que “carga d’água” a hierarquia militar se lembrou agora, 34 anos depois do “PREC”, de propor a promoção a general, dum militar na reserva desde 1981 e que a única acção militar de destaque conhecida, foi a “invasão”, em Novembro de 1975, de alguns quartéis da região de Lisboa afectos à linha “COPCON”, à frente do Regimento de Comandos da Amadora?
“Todos queremos isto esclarecido rapidamente…” e isto é… pressão, sabem o que é…pressão?
Porque é que agora, dum momento para o outro, as operadoras de telemóveis (todinhas) decidem começar a cobrar 20 cêntimos por cada chamada de apoio ao cliente com intervenção de operador?
Porque é que o Presidente da República vai publicar um livro neste ano de eleições (triplas), em que o prefácio é essencialmente dedicado a “mandar abaixo” os deputados por causa da aprovação do novo Estatuto Político-Administrativo dos Açores?
Porque é que continuamos sem perceber, se o actual Presidente da Câmara Municipal de Sintra, vai ou não “a votos” enfrentando a anunciada candidata do PS, Deputada do PE Ana Gomes?
SBF
publicado por voltadoduche às 17:46

01
Abr 09

 

Anunciada 1ª fase do concurso durante este semestre.
Com mais de uma dúzia de anos de atraso mas, felizmente, decisões tomadas.
Continua a haver quem nos queira longe da Europa como aconteceu durante a maior parte do século XX.
Precisamos de governantes corajosos e estes têm provado sê-lo.
SBF
publicado por voltadoduche às 16:08

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO