A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

14
Set 11

A propósito da prevista redução da Taxa Social Única (TSU), o Ministro da Solidariedade Social Mota Soares, garante que "está prevista a neutralidade fiscal na redução da TSU" (???) e que "estão asseguradas as verbas para a segurança social".

 

Perante o problema real estas afirmações não querem dizer absolutamente nada!

 

O que quer dizer com “neutralidade fiscal”?

 

Se reduzirem a TSU, as verbas que garantem a sustentabilidade do fundo para pagamento de reformas e outras parcelas da Segurança Social ficam curtas pelo que, para evitar incumprimento de compromissos assumidos, é necessário ir buscar dinheiro a outro lado.

 

Quando diz que “estão asseguradas as verbas”, é o mesmo que dizer que o que faltar da TSU virá, do também esperado aumento ou ajustamento do IVA.

 

A tão desejada (pelo FMI) redução da TSU traduz-se em muitas incertezas e todas elas assustadoras. Ao contrário, transforma-se imediatamente em duas certezas: Desestabilização financeira do fundo da Segurança Social e mais diminuição do poder de compra dos portugueses com o agravamento do IVA.

 

Também em relação à TSU, as certezas de Pedro Passos Coelho na campanha eleitoral, viraram incertezas depois de estar no poder.

 

Silvestre Félix

publicado por voltadoduche às 17:37
tags: , ,

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11

19
23



mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO