A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

13
Jun 09
 
Sardinhada é palavra dita e redita, dezenas, centenas, milhares de vezes neste mês de Junho. O mês é dos santos populares, Santo António, São João e São Pedro, cada um no seu dia, mas a sardinha é de todos.
Lá fui à sardinhada e que saborosa estava. Bem me apetecia provar um bom tinto para ajudar o lombinho da sardinha a escorregar mas, tive que me ficar pela água que é a melhor bebida do mundo.
Noutros tempos, logo pela manhã da véspera, lá se corria a cortar mato e carrasco para, ao anoitecer, deitar em grandes fogueiras, que se saltava fugindo à labareda que, muitas vezes, conseguia lamber as solas dos sapatos do saltador.
Na fogueira se metia a flor da alcachofra até ficar negra e, puxando-se pelo caule, se ia guardar em sítio secreto, e descobrir dias depois se a flor reagia como Fénix renasce do fogo diabólico. Se o colorido da flor ai vinha outra vez, era certo que as juras de amor estavam certas e verdadeiras. Se a alcachofra continuava estorricada, não havia nada a fazer, as juras tinham sido falsas e o melhor era esperar pelo próximo bailarico e ir bater a outra porta.
SBF
publicado por voltadoduche às 17:05

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


27



mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO