A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

11
Jun 09

 

Já o disse muitas vezes e é o que sinto. Salgueiro Maia encarnou o verdadeiro espírito do 25 de Abril. Fez o seu papel, o MAIOR, e regressou ao quartel. Nunca aceitou mordomias e, por isso mesmo, até na sua carreira militar não foi lá muito bem tratado.
No dia de ontem, em Santarém, o Presidente de República tinha duas hipóteses;
Ou fazia uma homenagem a sério ao Capitão de Abril e redimia-se do tremendo erro cometido por si, há 20 anos, quando era Primeiro Ministro, ou então, nem sequer passava perto da estátua de Salgueiro Maia, quanto mais ir lá por uma coroa de flores.

 

Os que amam a LIBERDADE, e os que admiram, como eu, Salgueiro Maia e o que ele representa, não podem esquecer-se de quem o tratou mal.

SBF
publicado por voltadoduche às 01:27

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


27



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO