A volta das voltas. Chegamos, partimos e lá voltamos sempre!

19
Dez 10

 

Na situação em que está o nosso País, não é admissível que qualquer corporação se imponha à sociedade valendo-se da força da sua classe.

 

Estou a referir-me às posições ultimamente assumidas por representantes dos Juízes portugueses, através da sua Associação Sindical. O tom é sempre excessivamente “amargoso” e de ameaça com medidas e mais medidas até à greve.

 

Quando olhamos para os salários dos magistrados e verificamos que o vencimento mais baixo corresponde a mais de cinco salários mínimos, e que, mesmo assim, ainda querem ficar de fora da lógica de sacrifícios impostos a toda a funcionalidade pública, não podemos sentir nenhuma simpatia pelas suas reivindicações.

 

SBF

publicado por voltadoduche às 19:26

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
HOJE VIERAM VISITAR-ME

contador gratis
DESDE 14.06.2009
Free Counter
Free Counter
PELO MUNDO FORA DESDE 28.10.2009
Locations of visitors to this page
blogs SAPO